Vencedores bgreen em Viagem EcoAventura nos Açores

25-Set-2015   //   bgreenfestival   //   Notícias, Viagens

Verde e azul são as cores predominantes de São Miguel, a maior ilha do arquipélago dos Açores, caraterizada por extensos prados e manchas de floresta. Foi com este cenário que os vencedores do Grande Prémio bgreen // ecological film festival 2015, disfrutaram de três dias de relação com a natureza. Para os alunos da escola Charlottenlund Videregående Skole, da Noruega, a visita ao paraíso natural dos Açores foi o culminar de uma jornada dedicada às questões ambientais.

Depois de em junho terem sido os grandes vencedores do festival bgreen, os alunos da escola Charlottenlund Videregående Skole voltaram a Portugal para embarcar numa viagem de três dias que os levou até à Ilha de São Miguel, Ponta Delgada e Lagoa do Fogo. O momento alto da viagem passou pela observação de golfinhos no Atlântico.

Para Linda Mittet, aluna da Charlottenlund Videregående Skole, a viagem aos Açores foi um momento para recordar que a defesa do ambiente é urgente. “Temos que mudar hábitos, pensar não só nas coisas erradas que estamos a fazer em termos ambientais, mas como isso tem impacto no nosso Planeta. Penso que a OFICINA com o festival BGREEN está a desafiar todos os jovens europeus a implicarem-se na defesa do ambiente”.

Promovida pelo Governo Regional dos Açores, parceiro do festival, a Viagem EcoAventura vai já na sua quinta edição e tem permitido não só premiar  os melhores trabalhos de vídeo no campo da sensibilização ambiental, como também se enquadra na necessidade de os jovens terem um contacto mais profundo com a natureza.

Para a professora Denise Lima, que acompanhou os alunos noruegueses, é importante que as escolas desempenhem um papel de formação técnica complementada com formação social e ambiental. “Sem essa consciência ambiental é impossível potenciar um desenvolvimento económico sustentável que atenda à preservação do meio ambiente”, disse.

Sabias que…

Um grande poluente pode ser... um bebé? Todos os dias mais 50 milhões de fraldas descartáveis são deitadas no lixo e vão durar cerca de 500 anos a decompor-se. Como já poucas mães, mesmo as mais ecológicas, aceitariam voltar às fraldas de pano, já há marcas que produzem fraldas biológicas.

Newsletter

Queres receber as mais recentes novidades do bgreen no teu e-mail? Então, inscreve-te já!