Maratona bgreen contribui para o projeto das 25 mil árvores em Vila Nova de Famalicão

29-Dez-2016   //   bgreenfestival   //   Iniciativas, Notícias, Projeto Social

O arranque da Maratona BGREEN na OFICINA – Escola Profissional ficou marcado pela participação de todos os alunos da escola no projeto das 25 mil árvores de Vila Nova de Famalicão.

A maratona BGREEN iniciou com um workshop, promovido pelo professor José Luís Dias sobre: como criar um spot de vídeo. Este workshop tinha como principal objetivo dar dicas sobre este tema e também fomentar a criatividade dos alunos.

Na segunda parte da manhã, foi lançado o desafio à comunidade educativa (alunos e educadores) da Oficina de plantar 450 árvores, contribuindo assim para a iniciativa das 25 mil árvores a atingir até 2025, lançada pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. O objetivo da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão passa por reabilitar, aproximadamente, 25 hectares do território concelhio através da plantação de 25 mil árvores e arbustos nativos da região em áreas urbanas, espaços rurais, ao longo das linhas de água e em montes e serras. O projeto será concretizado nos próximos nove anos.

Sofia Mendes, coordenadora do BGREEN, considerou que “o simbolismo associado à plantação de uma árvore enquadra-se perfeitamente no tema deste ano, um gesto nosso que terá impacto no futuro de todos.”

Sob o mote The Glocal Effect: local actions, global future, a maratona da sétima edição promove o planeamento, realização e finalização de um projeto, neste caso, de um spot de vídeo sobre o ambiente.

 “À semelhança das outras edições, esta edição desafia-nos a ser mais interventivos, a não ficar indiferente aos problemas ambientais. Nesse sentido, a plantação de uma árvore vai de encontro ao desafio lançado”, disse Diana Caldas, aluna do curso de Comunicação/Marketing, Relações Públicas e Publicidade.

Sabias que…

A natureza demora 3 a 6 meses a reciclar o papel. Demora 500 anos a reciclar um penso higiénico, uma toalhita, um copo de plástico. Se os Descobridores levassem taparueres nas caravelas, ainda hoje cá estavam (os taparueres, claro).

Newsletter

Queres receber as mais recentes novidades do bgreen no teu e-mail? Então, inscreve-te já!